Como criar um plano estratégico de comunicação para a sua empresa?

Como criar um plano estratégico de comunicação para a sua empresa

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Todo projeto de sucesso precisa de um plano, não é mesmo? Hoje nós vamos te explicar por que ele é tão importante e como a sua empresa pode desenvolvê-lo.

 

Um plano de comunicação eficaz e assertivo é de extrema importância para a estratégia de comunicação de uma empresa. É ele que define quais são as metas a serem atingidas e quais são as ações que devem ser realizadas para alcançar esse objetivo. 

Por isso, nós criamos este material que consiste basicamente no passo a passo de como montar o seu plano estratégico de comunicação de acordo com cada perfil e como você pode colocá-lo em prática. 

 

Neste artigo você vai descobrir:

  • O que é um plano de comunicação;
  • Qual é a importância do plano de comunicação;
  • 3 passos iniciais para elaborar um plano estratégico de comunicação;
    • 3.1 – Entender o posicionamento da empresa;
    • 3.2 – Entender o mercado;
    • 3.3 – Definir os objetivos principais (SMART);
  • Como a Quest pode te ajudar a montar um plano de comunicação eficiente.

O que é um plano de comunicação?

Um plano de comunicação é basicamente um documento que indica como vai funcionar a comunicação da sua empresa, ele orienta as ações de comunicação e define quais ações serão realizadas. É ele também que direciona todo o posicionamento da marca e a forma que ela quer ser vista pela sociedade. 

Também é importante considerar quem é o público-alvo, pois a base do planejamento precisa saber qual é o seu foco, atingindo-o com ações planejadas. Além disso, é importante entender quais são os meios que você tem para dialogar com esse público. Serão as redes sociais? E-mail marketing? Propagandas offline? Campanhas institucionais? O tipo de abordagem também deve constar neste plano de comunicação. 

Lembre-se, nele os objetivos e ações precisam estar muito claros, visto que se trata de um “guia” para o trabalho. É importante pontuar quem ficará responsável pela função, como esta será feita e qual seu objetivo, bem como frisar qual é o objetivo específico de cada atividade. Seguindo um plano de comunicação, nada é feito ao acaso, tudo tem um propósito e um planejamento prévio. 

Assim como o mercado, esse plano não deve ser estático. Ele pode ser adaptado seguindo as necessidades da empresa. Você pode adicionar novas ações e retirar elementos que já não fazem sentido para a estratégia de comunicação. Na verdade, é importante que você o mantenha atualizado e tente coisas novas que substituam as que não estão funcionando sempre que precisar. 

Agora que você já sabe o que é um plano de comunicação e como ele funciona, nós vamos te contar qual é a importância da sua empresa contar com um. 

Qual é a importância do plano de comunicação?

O plano de comunicação não só é importante como também é essencial para comunicação efetiva de uma empresa. Um plano organiza e otimiza as demandas, ou seja, você gasta menos recursos e tem mais resultados, porque o seu foco é muito bem pré- definido. 

Ele também é importante para manter a coerência da marca. O discurso que ela passa deve ser uniforme e constante, seguindo uma lógica norteadora. Seguir uma lógica sem ter um plano e um planejamento é praticamente impossível. 

Como já dissemos anteriormente, outra vantagem de criar um plano é a orientação certeira de investimentos, o que recai sobre o melhor aproveitamento de sua verba para ações. Com as pesquisas realizadas para montar o plano e entender o mercado, você entende em quais pontos você precisa investir financeiramente, quais darão melhor retorno. Quem não gosta de economizar e investir nos lugares certos, não é mesmo?

Além disso, o plano também ajuda a organizar funções na equipe. Com objetivos e metas definidas para cada indivíduo que compõe o time, as estratégias são realizadas com mais eficácia e agilidade. Essa prática ajuda a organizar de forma justa as demandas, evitando também sobrecarga da equipe.

Agora que você já sabe como o plano funciona e por que ele é tão importante, nós vamos te explicar como você pode colocá-lo em prática. Vamos lá?

3 passos iniciais para elaborar um plano estratégico de comunicação

Chegamos à parte prática deste artigo. Agora você vai entender um pouco mais sobre como seguir três passos iniciais para elaborar um bom plano estratégico de comunicação. Anote essas dicas, pois elas valem ouro. Vamos lá?

Entender o posicionamento da empresa

Como já dissemos neste artigo, primeiro você precisa saber em que estágio se encontra a sua empresa. Para isso você pode realizar ações como pesquisas internas e grupos focais, reuniões de brainstorm, analisar os números e registros da comunicação interna e externa da sua empresa e entender como os colaboradores veem o empreendimento. 

Essa é a hora de observar atentamente e anotar tudo que puder ser percebido. A imagem da sua marca já existe, até certo ponto, mas sempre podemos melhorá-la a partir do entendimento de quais são os seus pontos fortes e seus pontos fracos. 

Nesta parte você pode definir o que será passado para a sociedade, quais são os valores que a empresa acredita e quais são seus ideais. É importante criar uma imagem simpática para a marca, que traga empatia e uma boa impressão. Uma boa ideia é pensar no que você e o seu público têm em comum e como você pode transmitir uma mensagem que passe verdade e seja coerente com o que o cliente apreciaria ver na sua empresa. 

 

Entender o mercado

Outro ponto é entender o que o mercado está pedindo de você. O que o seu público- alvo precisa e como você pode convencê-lo de que você é a solução? Observar este comportamento faz parte da ação de entender o mercado no qual você está inserido. 

Saiba onde o seu público procura informações e como eles as consomem. Entenda as situações políticas, econômicas, sociais e tecnológicas e de que forma elas podem afetar o seu negócio de alguma forma.

Observe a matriz chamada de SOMA, que significa Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças, ou seja, tudo que pode ter influência na sua forma de comunicar e de posicionar no mercado. Um exemplo disso é saber quais são os seus concorrentes diretos e indiretos, além de observar quais empresas têm o mesmo porte que a sua e que podem estar no radar de opções do consumidor. 

 

Definir os objetivos principais (SMART)

SMART é uma metodologia para definir metas de forma prática. Assim os objetivos ficam claros e fáceis de entender, consequentemente, ficam mais fáceis de serem executados também. O que significa essa sigla? S é Específico (ou Specific em inglês), M é Mensurável, A é Atingível, R é Relevante e T é temporal. Ainda ficou confuso? Calma, nós te explicamos.

 

  • Específico quer dizer ter metas específicas, pontuais e diretas. Essa meta não pode ser abstrata, por exemplo definir como “ganhar seguidores”. Ela deve ser palpável e contar com uma metodologia realista para ser executada. Ao invés de “ganhar seguidores”, você pode definir “produzir vídeos como conteúdo para gerar mais engajamento”, por exemplo. 
  • Mensurável significa definir medidas para as metas. O que isso quer dizer? Quer dizer que é necessário que ele possa ser medido de alguma forma. Por exemplo, o número de seguidores, o número de alcance e o número de conversões (vendas) são espécies de métricas. Seguindo o exemplo anterior, seria algo como “aumentar x seguidores na minha página” ou “obter x conversões a partir dessa ação”. 
  • Atingível quer dizer que não podemos estabelecer metas irreais. Além de palpáveis, essas metas também precisam ser alcançáveis e realistas. Continuando com o nosso exemplo, imagine que você planeja atingir 1 milhão de seguidores em 6 meses. Essa métrica é real? Você tem potencial para isso? A sua estratégia prevê um número próximo a esse? Colocar objetivos sem ter como alcançá-los, além de ser frustrante, também dificulta o processo. 
  • Relevante se refere ao intuito da meta. Ou seja, será que essa meta trará algum resultado? Qual é o objetivo de defini-la? Como já dissemos neste artigo, tudo que está em um plano de comunicação precisa ter um propósito, um motivo para ser feito. Esse motivo precisa ser válido e relevante para a estratégia de forma geral. Quais são os resultados que essa meta trará para o seu empreendimento?
  • Temporal é relacionado ao calendário para cumprir essas metas. Quanto tempo é necessário para cumprí-la? Qual é o prazo final? Definir datas-limite é muito importante para trazer resultados. Demandas que não seguem um cronograma não são ágeis. Para quando é essa meta? Final do ano? Daqui a um mês, dois meses, duas semanas? Definir prazos é essencial. 

Seguindo esses princípios, as suas metas para o planejamento estratégico se tornam mais reais e próximas da sua empresa. 

Como a Quest pode te ajudar a montar um plano de comunicação eficiente?

Uma agência de comunicação pode montar o plano de comunicação ideal para o seu negócio. Aqui na Quest nós contamos com uma sólida estrutura e com o trabalho de profissionais capacitados e experientes para planejar ações com propriedade.

Além disso, nós podemos te ajudar a colocar seu plano na prática. Contamos com departamentos de planejamento, atendimento, Business Intelligence, criação e produção, que juntos, trabalham para desenvolver e manter um plano de comunicação sempre atualizado e eficiente.

Caso você tenha interesse neste tipo de serviço, entre em contato com a nossa equipe clicando no botão abaixo. Para nós, é uma alegria poder atendê-lo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RECEBA NOSSA NEWS

Nossas estratégias são baseadas na comunicação integrada e multiplataforma.

CONFIRA MAIS